domingo, 25 de julho de 2010

Quando vi a manhã
com aquele solzinho querendo crescer
até me esqueci por alguns segundos...
(o tempo de um tic tac)

que bem perto de mim...
talvez ao meu lado.

Alguém deve estar sentindo em seu
estômago
a ausência da distribuição de renda.

uma criança sorri e se diverte
enquanto sua evolução... seus sonhos,
são vistos com tanta atenção
quanto a que dão a valeta fedorenta
que decora e perfuma a frente de seu lar.


Assim como, também
provavelmente....

aquela senhora...
deve sentir uma leve
porém terrivel
dor em seus calcanhares
devido ao longo espaço percorrido com seu cãozinho sujão.

acabo até esquecendo...

que quando dormi

eramos explorados
violentados
controlados
humilhados
enganados...


e quando acordei...
vi esse solzinho
e me esqueci...

mas só são segundos.


Romulo Romanha

Nenhum comentário: