terça-feira, 13 de julho de 2010

Emoção Art.ficial 5.0


Encerrando a trilogia inspirada na questão da cibernética o Itaú Cultural traz a 5ª edição da bienal internacional de arte tecnológica, com a exploração das diversas possibilidades de interações que podem existir entre sistemas “orgânicos” e “tecnológicos”, a exposição Emoção Art.ficial 5.0 nos traz uma nova forma de percepção artística e social ampliando nosso repertório de emoções através dessa interação com os trabalhos.
A tecnologia já é algo inerente a nossa sociedade dentro das perspectivas atuais, provavelmente, se tivesse uma crise em nossos aparelhos elétricos e em todas as outras máquinas que nos rodeiam teríamos uma diminuição demográfica assustadora, afinal esse estágio de nossa evolução está ligado ao “criar” o que não temos em nós, por isso, não precisamos ser fortes, só precisamos ter um bom trator ou guindaste.
Porém o que é proposto na exposição não é a tecnologia com funcionalidade somente, porém, a tecnologia recheada de preocupações artísticas, como: forma, cor, volume, percepção, sentidos, assuntos que transitam nas conversas e em círculos artísticos, rompendo barreiras acadêmicas, sociais e culturais.
Nossos sentidos estão ligados a nossa relação com a natureza, construímos nossa noção de beleza a partir do que o nosso planeta nos dá de exemplos e uma exposição como essa propõe uma ruptura na nossa percepção de natureza, uma arte que nos faz dialogar a possibilidade de sensações e emoções sendo geradas por elementos artificiais com origens funcionais, porém ao se deslocar para o campo da arte se reconstroem e modificam nossas concepções.
Então temos desde um robô bruto, capaz de desenhar retratos suaves e depois apagá-los nos fazendo repensar o espaço da obra e sua autoria, afinal a obra seria do robô ou do grupo que projetou e criou o robô? Indo até obras como “Caracolomobile” onde um organismo artificial, semelhante a um caracol que discute a possibilidade de uma interação “psíquica” entre humanos e mecanismos artificiais, reagindo as ondas cerebrais criadas pelo nosso pensamento.
Pra quem se interessar a exposição vai do dia 01 de julho ao dia 5 de setembro e o Itaú Cultural fica na Avenida Paulista, 149, ao lado da estação Brigadeiro de Metrô e os dias são de terça a sexta das 9h às 20h e sábados, domingos e feriados das 11h às 20h, fone: 2168-1876.


foto: Caracolomobile [Snailmobile]
by Tania Fraga (Brazil, 2010)

Nenhum comentário: