sexta-feira, 30 de julho de 2010

Como é desesperado o calor da vida...

Um comentário:

Anônimo disse...

ele é minha ilusão,
do início é fim,
aquele silêncio...
o mais doce sonho.