segunda-feira, 26 de fevereiro de 2007

Minha (Cartola)


Minha

Minha
Quem disse que ela foi minha
Se fosse seria a rainha
Que sempre vinha
Aos sonhos meus

Minha
Ela não foi um só instante
como mentiam as cartomantes
como eram falsas as bolas de cristal

Minha
Repete agora esta cigana
Lembrando fatos envelhecidos
que já não ferem mais os meus ouvido



*Por que somente Cartola pra simplificar com tamanha maestria os acontecimentos comum da existência humana.

Nenhum comentário: